O que achamos da feira da Capital do Móvel- Paços de Ferreira Portugal

Vamos falar sobre a Capital do Móvel em Paços de Ferreira,Portugal semana passada estive na cidade para visitar a 49º Feira do Móvel que aconteceu entre os dias 29/07/2017 até o dia 06/07/2017. 

Passando de stand em stand pude ver de tudo um pouco do mobiliário produzido em 75 empresas do norte de Portugal, vi muita coisa bonita e interessante e muita coisa que, devo confessar, fugiu da minha zona de conforto. É interessante ver como a geografia e a cultura podem mudar aquilo que conhecemos como belo.

Lembrei bastante de quando comecei a trabalhar, quando a internet era muito diferente do que é hoje, ai, ai to me achando velha, quando a informação que tínhamos vinha das revistas de decoração, de quem viajou, era como ver pelos olhos dos outros, víamos ângulos limitados das coisas aquilo que tinham gostado de ver e com base nisso criávamos o nosso conceito de design e de belo. Hoje é diferente a informação esta á distancia de um clique e sabemos o que está na moda e não está.

O que me deixou um pouco incomodada é que algumas empresas , talvez as mais antigas não sei dizer, parece que não investiram em design, há sim alguns indícios de que houve alguma tentativa de adequação dos produtos ao mercado mas nota-se nitidamente as empesas que não tem o auxilio de um profissional no estudo de design dos móveis.

Vi muito mobiliário lacada branco, muitos mas muitos cantos arrendondados, muito led que ficava horrível na peça nem sei descrever bem, parece que muitos não entenderam a estética, o design não acontece ao acaso do tipo vamos colocar tudo de algo vai ficar bom, tem que haver um bom senso, muito estudo, estudo de mercado, projeto, protótipo, senti muita falta de identidade visual das marcas, falta de poder dizer ” Esse móvel é de Paços de Ferreira” com a certeza de que aquilo tem a genética boa daquele lugar.

Mas devo confessar que talvez a culpa seja minha ,fui bastante esperançosa de por estar na Europa e na capital europeia do móvel que veria algo diferente, sei lá, algo mais arrojado, e não falo de móveis estilo Karin Rashid ( que eu acho o máximo) falo de design novo, de coisas atuais, de contemporaneidade, mas enfim desabafo feito vamos as coisas boas. 

Mas é mais que óbvio que só tirei foto daquilo que me agradou o que eu achei um pouco estranho não vou colocar fotos aqui por respeito.

Vamos deliciar nosso olhos com o que vi de interessante.

Esse foi um stand que confesso que gostei muito, as peças eram interessantes, havias portinhas secretas, ângulos bonitos e elegantes e um trabalho com a madeira fantástico. 

O móvel ao fundo possuía várias gavetas secretas e ficar tentando encontrar onde era cada um era muito interessante.

Essa cadeira além de linda era super confortável 

A brincadeira de as peças serem parecidas porém espelhadas ficou bastante interessante.

Esse espaço era uma delícia , as paredes cheias de reentrâncias deixaram o espaço com cara de casa e fez esquecer que estávamos em uma feira , as peças era simples mas foram bem escolhidas.

Esse stand ao meu ver também ficou bastante agradável ,a combinação e a repetição das estampas não era óbvia.

Muito bonita esta mesa com vaso acoplado, a mistura de metal escovado dos pés retos com a forma orgânica da madeira e a delicadeza do vidro ficaram incríveis juntos.

Simples as bonita ,não tem com errar com mármore.

Achei de um bom humor esta peça, a mistura realmente ficou dinâmica e agradável

Bom pessoal pra mim a feira foi isso, algumas das coisas boas que vi estão aí para dividir com vocês , houveram outras que acabei por não fotografar , espero que na próxima eu consiga ver ainda mais coisas bonitas.

um abraço e até o próximo post.

 

(Visited 20 times, 1 visits today)